1/3 da energia mundial em 2060 virá da matriz solar.  

Atualmente, dentre as opções de energia limpa e renovável, a matriz solar é a que ocupa a maior parte das escolhas. Alguns fatores são determinantes para que a energia solar seja a primeira na lista de opções para geração de energia - das formas renováveis - , como a versatilidade pois sua estrutura pode ser instalada em diferentes superfícies e o baixo custo, necessitando apenas dos equipamentos e da radiação solar.

A Agência Internacional de Energia (IEA) afirmou que até o ano de 2060 a energia solar fotovoltaica representará ⅓ da produção de energia global. O crescimento deste mercado, como uma opção para diminuir o gasto com a conta de luz vem sendo cada vez mais difundido entre a sociedade, e o que antes era algo visto como inalcançável, hoje pode estar na sua residência. 

Outro fator que impulsiona o crescimento da escolha pelo uso da energia solar é a preocupação com o nosso planeta. As formas de geração de energia consideradas tradicionais, como as hidroelétricas, combustíveis fósseis e biomassa, são prejudiciais ao meio ambiente, contribuindo para a emissão de gases poluentes na atmosfera, enquanto a energia solar é considerada a matriz energética com menos impacto no nosso planeta. 

O Brasil é um dos países com maior incidência de raios solares do planeta, e por isso apresenta um potencial enorme para a geração de energia através do sol. Porém, este tipo de matriz energética começou a ser explorado e incentivado pelos governos a pouco tempo, o que faz o nosso país ainda estar atrás de muitos outros com potencial consideravelmente menor. 

Segundo o INPE - Atlas Brasileiro de Energia Solar do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - o potencial energético do Brasil para energia solar chega a 2.350 KW/h/m²/ano, e em 2019 a instalação dos sistemas para a geração de energia solar cresceu 161%. Esses dados indicam que cada vez mais os brasileiros buscam por formas de energia mais sustentáveis e baratas. 

Dentre as vantagens do uso da energia solar estão:

  • - Redução da emissão de CO2;
  • - Redução na conta de luz no final do mês - que está cada vez mais cara e instável;
  • - Versatilidade de instalação. O sistemas podem ser colocados em casa, comércios ou indústrias e
  • - Alta durabilidade do equipamento, que é de no mínimo 25 anos.

Saiba mais sobre essa matriz energética que só cresce no nosso país, e conheça a SunnyHUB. 


CONHEÇA A SUNNYHUB