O investimento da Lactec na SunnyHUB

O Lactec é um dos maiores centros privados de ciência e tecnologia no país. Em um modelo de parceria inédito no país costurado entre Cluster21, SunnyHUB e Lactec, essa gigante brasileira de P&D se tornou investidora em nossa empresa com objetivo de desenvolvimento de tecnologias para desafios atuais e futuros.

logo-lactec

Originalmente publicado em https://lactec.org.br/parceria-inedita-no-pais-propoe-fomento-a-startups-de-inovacao/

O Lactec – um dos maiores centros privados de ciência e tecnologia do Brasil – e a Cluster21 – plataforma de investimento colaborativo – firmaram acordo para ajudar startups de perfil tecnológico a materializarem seus projetos de inovação. A proposta é aproximar o pequeno e médio empreendedores, que querem inovar, de uma organização com ampla experiência em pesquisa e desenvolvimento e de uma empresa que irá captar recursos para viabilizar financeiramente as novas ideias.

Esse modelo de parceria – inspirado na experiência do Vale do Silício – é inédito no Brasil e deve estimular a criação de novos ecossistemas de inovação, movimentando a economia do país, a partir da oferta de serviços, que tornem novas tecnologias acessíveis ao consumidor, e da possibilidade de criação de mais postos de trabalho. “A área de Inovação e Novos Negócios do Lactec já vinha abraçando projetos de startups, que se alinham ao propósito da nossa empresa, para aprimorar e viabilizar as soluções tecnológicas. O acordo com a Cluster21 vem consolidar esse trabalho”, afirmou o diretor Comercial do Lactec, Carlos Eduardo Ribas.

A Cluster21 é responsável pela avaliação do potencial mercadológico dos negócios e seleção das startups, considerando alguns critérios de atratividade para os investidores. Segundo o diretor executivo da plataforma de crowdfunding, Sérgio Corrêa, foi definido um modelo de avaliação, que leva em conta o segmento de mercado, o perfil empreendedor do time das startups, o caráter disruptivo do modelo de negócio, sua escalabilidade e riscos envolvidos, principalmente, no aspecto de regulação. “Nosso trabalho está em escolher as boas empresas, definir boas estratégias, regras de governança e compliance, e apresentar ao Lactec – parceiro tecnológico que irá aportar conhecimento e trazer um diferencial estratégico para o negócio”, acrescentou.

Inovação na geração solar e IoT

A primeira startup selecionada, dentro da parceria Lactec e Cluster21, é a SunnyHUB, empresa sediada em Porto Alegre (RS), que oferece energia solar por assinatura. A empresa instala sistemas fotovoltaicos em residências e instalações comerciais e cobra um valor fixo por mês, que varia de acordo com o consumo médio de energia de cada unidade. O Lactec, como Unidade de Eletrônica Embarcada da Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial), irá desenvolver um hardware para controle remoto dos inversores fotovoltaicos das usinas – equipamentos que transformam a energia de corrente contínua para alternada.

O cofundador da SunnyHUB, Guilherme Corrêa, explicou que o hardware inserido nos inversores permitirá à empresa fazer a gestão mais eficiente e a distância das usinas fotovoltaicas, tanto para o controle administrativo-financeiro junto aos clientes quanto da parte técnica. Uma das vantagens é poder monitorar a geração em tempo real e realizar manutenções preditivas para evitar perdas no desempenho dos sistemas fotovoltaicos.

O principal ingrediente de inovação nesse projeto está na possibilidade de oferecer novos serviços relacionados à internet das coisas (IoT, na sigla em inglês), usando o mesmo sistema de comunicação para o controle de sistemas de iluminação, climatização e eletrodomésticos, por exemplo, na medida em que esses equipamentos inteligentes forem disponibilizados ao mercado.

CONHEÇA A SUNNYHUB